Passageiro, confirme a sua reserva

Em nossa vida cristã, temos um caminho a percorrer e um destino a alcançar, sendo conveniente confirmar a reserva de nosso “bilhete”, se está correta, e o “transporte”, se é o adequado. Pedro escreveu: “Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum” (2Pd 1.10). O maior tropeço seria não chegar ao destino pretendido, mas em um lugar totalmente estranho e jamais desejado. E que grande tropeço seria!

Isso me faz lembrar de uma pessoa que, tempos atrás, entrou distraidamente no avião errado. E só descobriu o engano depois de ter-se ajeitado confortavelmente no assento, quando o avião estava pronto a decolar! Por sorte, teve tempo de sair e embarcar no avião em que deveria estar.

Um outro caso, fartamente noticiado, deu-se em 1984 com o estudante da Califórnia chamado Michael Lewis, que não teve tanta sorte. Depois de uma visita de três meses à Alemanha, ele estava retornando para sua casa em Oakland (EUA). Em Los Angeles, quando um funcionário da viação aérea da Nova Zelândia anunciou o embarque para Aukland, Lewis entendeu Oakland e entrou no avião. Depois de já estar voando, Lewis descobriu o equívoco, mas era tarde demais para o avião retornar. Quando voltou para os Estados Unidos (por cortesia da viação aérea da Nova Zelândia!), ele explicou que o problema era que os neozelandeses “falavam com um sotaque diferente”.

Na ocasião, muitos sorriram por causa do erro de Michael Lewis. De fato, cometer esse engano é geralmente embaraçoso, mas errar no que diz respeito ao nosso destino eterno, ao fim e ao cabo, não seria nada engraçado.

A Bíblia fala de pessoas que, no dia do Juízo, pensarão que estiveram todo o tempo “a bordo” da vontade de Deus, como se estivessem indo ao encontro do Senhor, só para descobrir que estavam chegando ao destino errado.

Jesus ensinou que, na Sua vinda, Ele se assentará no trono da Sua glória e reunirá todas as nações em Sua presença, quando então os justos serão postos à Sua direita; e os injustos, à Sua esquerda. Então, ele dirá aos justos: “Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” (…)

E continuou: “Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me. E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos? Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna” (Mateus 25.31-46).

Sobre a confirmação do bilhete, Jesus afirmou categoricamente: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”.

Todavia, essas pessoas que pensavam sinceramente ter o “bilhete” certo, indagarão em protesto: “Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?”

 Então, o próprio Jesus lhes dirá explicitamente: “Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade” (Mt 7.21-23).

Nós podemos (e devemos!) evitar esse engano trágico, ao confirmar agora mesmo a nossa vocação e eleição. Isso quer dizer verificar o “destino” e conferir nossa “reserva” toda vez que o Espírito de Deus nos falar ao coração. É o Espírito Santo que nos guia em toda a verdade e nos convence quando estamos no caminho errado e, apontando o correto, diz: “Este é o caminho, andai por ele” (Isaías 30.21)

Somos passageiros nesta vida. Portanto, consulte o seu coração e peça a ajuda do Espírito Santo, em verificar agora mesmo se o seu destino está correto e em confirmar se a reserva está valendo. E que Deus abençoe sua vida. Amém!

Samuel Câmara

Pastor da Assembleia de Deus em Belém

Deixe um comentário