Construa um Futuro Melhor

Certo professor apresenta aos alunos uma grande folha de cartolina branca, com um pingo de tinta preta na parte inferior, e pergunta: “O que vocês estão vendo?” Um por um, os alunos respondem o óbvio: “Um pingo de tinta”. Então, o professor deu-lhes a seguinte lição: “Se vocês forem para a vida com essa atitude, serão todos derrotados. Quem vê a vida pelo lado ruim das coisas, sempre se machuca. Vocês se acostumaram a pensar pequeno, a ver apenas problemas, porque têm uma visão inferior de vocês mesmos. É verdade que há um pingo de tinta; mas isso não é tudo, há todo o resto da folha de cartolina. Não é toda ela branca? O pingo de tinta preta representa os problemas. A parte branca representa as possibilidades. Mudem a forma de ver os problemas. Vejam antes as possibilidades, e só então vocês estarão prontos para vencê-los!”.

De fato, quem só vê o lado ruim das coisas, perde a capacidade de viver o que a vida oferece de melhor. Centra-se nos problemas e nos sofrimentos que causam, em vez de ver as reais possibilidades à sua volta. Em vez se esforçar para mudar a situação, e assim ajudar a melhorar o mundo ao seu redor, prefere colocar a culpa em Deus pelos males da vida. Tudo é motivo de irritação, contrariedade e desapontamento. Mas a irritação não solucionará problema algum e a contrariedade não alterará a natureza das coisas.

Além disso, os desapontamentos que temos não fazem o trabalho que só o tempo e as decisões acertadas conseguirão realizar, tanto para sermos curados interiormente como para vermos melhor as coisas e delas apreendermos proveitosas lições. O apóstolo Paulo tinha essa maneira particular de ver a sua caminhada na vida: “Uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que adiante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3.13).

Quem olha para o passado e pensa em demasia no que desejaria que tivesse acontecido, corre um risco semelhante ao motorista que dirige olhando em demasia pelo retrovisor, atendo-se ao que se passa na retaguarda e descuidando-se do caminho à sua frente. Há grande possibilidade de uma desastrosa trombada.

A experiência é uma grande mestra, é a estrada já percorrida. Os destroços da retaguarda são parte da história, mas são o passado. A despeito dos erros que cometemos e das injustiças cometidas contra nós, nosso único caminho é continuar em frente. O que foi e o que poderia ter sido pode até servir como advertência, mas o que ainda pode acontecer deve ser o nosso primeiro motivo de preocupação.

Qualquer que seja o problema ou a dor que sente, isto não impedirá que o sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus. É bom lembrar também que seu desânimo não edificará a ninguém e sua tristeza não iluminará os caminhos. As lágrimas não substituirão o suor que deve ser vertido em benefício de sua felicidade. As reclamações jamais acrescentarão um só grama de simpatia pela sua vida.

Aprenda a ver cada problema como uma oportunidade de milagre de Deus na sua vida. Saiba que Deus se importa com você, sabe do seu sofrimento e está disposto a lhe ajudar. Este é o primeiro passo para manter uma atitude correta diante da perda ou de problemas na vida.

A Bíblia ensina: “Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente” (Hb 13.8). Isso quer dizer que Jesus é o Senhor do nosso passado, do nosso presente e do nosso futuro. Entregue a Ele o seu passado, confesse os seus pecados, perdoe quem lhe ofendeu. Confie a Jesus o seu presente. Assim, você estará pronto para prosseguir com fé e segurança para o alvo de construir um futuro melhor.

Samuel Câmara
Pastor da Assembleia de Deus em Belém

Deixe um comentário